quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

Palavra Perdida

Amor.
A palavra pronunciada tantas vezes,
E hoje,
Apenas palavra,
Como todas as outras.
Perdida.
Como todas as outras.

Amor.
A palavra proibida.
Porque de tantas vezes pronunciada
está gasta, como o tempo
que me apaga a tinta da caneta.

Não digas nada,
permanece em silêncio,
Amor.
É esta a palavra proibida,
Não esqueças.

Mesmo que o mundo morra,
Mesmo que as pernas fraquejem,
Mesmo que o olhar se perca…

Prometes?

Falei-te das palavras eternas
Porque a sua força há-de torná-las sempre perdidas.

1 comentário:

Eu... disse...

é o amor sim...
algo ke sentimos no coracao ke fax com ke tenhamos ke percorrer mundos...para so encontrar akela pessoa ke tanto gostamos...ke tanto adoramos...ke em sonhos, a tentamos encontrar...msm assim no final da nossa vida fikamos a pensar...sonhei tanto...percorri tanto este mundo para encontrar quem eu tinha no meu coracao ke finalmente encontrei...e ke nunca deixarei...
enfim o ultimo coment tem ke ser a valer!
pk este blog sinceramente ta diferente...ou seja...ke tens veias la na literatura!...parabens!

 
Contador de visitas gratuito - WebPost Contador!